segunda-feira, 27 de junho de 2016

o piano dos teus dedos


o piano dos teus dedos

meus dedos azuis
tocam 0 piano dos teus dedos
se Almodovar me ensinasse
a cor do teu vestido quando despes
eu poderia escrever sobre tua pele
embaixo dos tecidos de algodão
roçando nos teus poros

eu tenho fios elétricos esticados
e músculos mordendo os ponteiros
do relógio desse tempo tão depressa

se Clarisse me dissesse sobre a carne
das palavras eu poderia escrever
sobre essa embriaguez quando
o ritmo das horas não se sabe tanto

eu tenho uma corda presa na garganta
esperando que os teus dedos me liberte
da canção que diz espera

Artur Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário